O que você está procurando?

quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

Dream Cast - Linhagens


Atrasado, mas enfim pronto, aqui está o Dream Cast II da série Uma Geração. Todas as Decisões., da Eleonor Hertzog. Como este está vindo depois da resenha de Linhagens, o segundo volume, digamos então que seja o Dream Cast de Linhagens.
É, eu gostaria de ter colocado mais personagens, mas para não atrasar ainda mais e não deixar o post muito longo, desta vez são apenas oito.
Daqueles que estão faltando (e sim, são um número considerável) falaremos mais adiante. 


Para quem não leu, bom, talvez seja um pouco confuso...
Aah e, claro, repetindo pela milésima vez: hoje em dia existe tinta capilar, lente de contato, photoshop... ... ... Ou seja, os atores escolhidos não são idênticos aos personagens.


Moriser de Merine
Clint Eastwood (Homem Sem Nome)

Razão da escolha: O Moriser tem uma cara feia de velho psicopata. Pelo menos foi assim que eu o imaginei. E o Clint também tem essa cara grotesca, sabe? Tirando, claro, que ele tem certa experiência em interpretar personagens esquisitões.

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Melancolia - Agatha de Assis


''Venha fazer parte de um mundo de faz de conta... Onde tudo se transforma e nada é o que você diz ser.''


Melancolia é uma antologia reunindo crônicas escritas como cartas. Sobre o comportamento humano diante de uma dor, de uma perda, de uma traição. Melancolia expressa o sentimento humano, tudo o que um dia alguém não ousou gritar ou falar. Além das crônicas, Melancolia vem com um diário. Para que o leitor também possa escrever o que sente… São cartas escritas na maior parte na primeira pessoa, de forma que consigam observar o desabafo nelas através da Melancolia sentida nas partes mais verossímeis de um indivíduo.

Título: Melancolia - Crônicas entre o bem e o mal
Autor: Agatha de Assis
Editora: Deuses
Ano: 2013
Páginas: 104

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Linhagens - Eleonor Hertzog


A segunda explosão, praticamente simultânea, foi de luz branca e ventania, indicando a ativação da sensibilidade a patamares cada vez mais elevados. Sempre significava problemas. Grandes problemas.



E se você descobrisse que a Terra guarda grandes segredos?

E se esses segredos fossem poderosos o suficiente para modificar o rumo de nossas vidas?
...Linhagens...
Laços se estreitam, conflitos irrompem.
Erros foram cometidos e o tempo está acabando.
Nada é o que parece ser. Segredos emergem de Casas e Linhagens.
Peggy corre grandes riscos e as consequências das próximas decisões podem colocar tudo em jogo.
Os Melbourne mais uma vez terão que provar sua capacidade de resolver problemas.
As consequências de cada decisão afetarão o Universo inteiro...
Caberá apenas a Uma geração... Todas as decisões!

terça-feira, 3 de setembro de 2013

Posteres a favor da leitura



ad
Stalin, de Robert Service
Para muitas pessoas ler se tornou parte da rotina, os livros as acompanham onde quer que vão e cada pequena brecha de tempo é uma oportunidade para mergulhar em uma história diferente. Mas infelizmente nem todos (poucos, na verdade) são aqueles que realmente se interessam pelo mundo literário.

Foi exatamente com o objetivo de incentivar a leitura que as empresas israelitas ACW Grey Tel-Aviv e Steimatzky (livraria) criaram uma campanha um tanto curiosa. Você já teve a impressão de que mesmo após fechar as páginas de uma obra, seus personagens continuavam te acompanhando? Sim? Não? De qualquer maneira, veja como conseguiram demonstrar este sentimento: 

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Surge nova rede social para leitores


Você gosta do ficar conversando na internet? Gosta do ler comentários sobre obras nas quais esteja interessado? Ou é mais do tipo que acessa sites de notícias?

Pois bem, não importa qual destes acima seja seu preferido, ou se é adepto à todos eles, o fato é: Seja lá quais fossem, seus problemas acabaram!

O Orelha de Livro, uma rede social para leitores criada em 2012, é a nova aposta para aquelas pessoas que não conseguem viver sem literatura. 
Você pode criar sua estante, fazer resenhas, avaliar, postar e ainda existe um Feed de notícias bem recheado.
E a melhor parte: ele conecta direto com o Facebook.

domingo, 4 de agosto de 2013

Réquiem Para Um Assassino - Paulo Levy


"Por um momento, o delegado sentiu-se acossado pela atenção sobre ele: a multidão de um lado e os urubus de outro."

Parecia uma manhã como outra qualquer na pequena Palmyra, uma cidade histórica no litoral do Rio de Janeiro. A caminho do trabalho, o delegado Joaquim Dornelas se espanta com um movimento incomum nas ruas. Diante da Igreja de Santa Teresa e da Antiga Cadeia, no Centro Histórico, uma multidão observa o corpo de um homem atolado na lama seca do canal. Ninguém sabe como o corpo foi parar lá. Não há sinais de arrasto, marcas de barco, violência, ferimentos, nada. Apenas um band-aid na dobra interna do braço esquerdo. Abandonado pela mulher e longe dos filhos, o delegado Dornelas, um tipo humano, amante de cachaça e de mingau de farinha láctea, se envolve de corpo e alma no caso em busca de salvação. Sem aviso, a irmã do morto e um vereador poderoso aparecem para dar informações importantes sobre o que se tornaria um caso de dimensões bem maiores do que Dornelas poderia imaginar. Aos poucos se revela uma complexa teia de interesses envolvendo a política, o tráfico de drogas, a prostituição e a comunidade local de pescadores. A intuição aguçada, a cultura e o conhecimento das forças que movem a natureza humana permitem ao delegado Joaquim Dornelas se mover habilmente pelo emaranhado de fatos e versões que a trama apresenta. O que a princípio seria mais uma investigação na sua carreira, se torna para o delegado uma jornada de transformação pessoal.

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

As Manias Mais Bizarras Dos Escritores - Mundo Estranho


E eu estava dando uma olhada na edição deste mês da revista Mundo Estranho, quando me deparei com um título bem interessante (este mesmo que está no título da postagem).
Obviamente fui ler o que trazia no mesmo segundo. E sim, achei divertido o suficiente para digitar tudinho e postar no blog.
A imagem a seguir mostra exatamente como a reportagem (podemos chamar isso de reportagem? Duvido um pouquinho) apareceu na revista.


domingo, 28 de julho de 2013

Julieta Imortal - Stacey Jay



"Sim, aquela Julieta. Aquele Romeu."


Sinopse:
Julieta Capuleto não tirou a própria vida. Ela foi assassinada pela pessoa em quem mais confiava, seu marido, Romeu Montecchio, que fez o sacrifício para assegurar sua imortalidade. Mas Romeu não imaginou que Julieta também teria vida eterna e se tornaria uma agente dos Embaixadores da Luz. Por setecentos anos, Julieta lutou para preservar o amor e as vidas de inocentes, enquanto Romeu tinha por fim destruir o coração humano. Mas agora que Julieta encontrou seu amor proibido, Romeu fará tudo que estiver ao seu alcance para destruir a felicidade dela.Segredos, mistérios e surpresas envolvem este poderoso romance em que o casal mais famoso da literatura mundial tem a chance de contar sua verdadeira história.

"Eu não sou Ariel Dragland. Meu nome é Julieta e passei séculos entrando e saindo do corpo de pessoas diferentes, lutando pelo amor, tentando salvar almas gêmeas de Romeu, o homem que me matou. Sim, aquela Julieta. Aquele Romeu. [...] E eu estou apenas tomando este corpo emprestado por algum tempo."

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Assim Para Sempre - Dia do Escritor



Abriu os olhos, sem nenhum sinal de sono. Sentou-se na cama e olhou para o relógio acima da porta pela décima primeira vez, poucos minutos haviam se passado desde a última checagem. Deitou-se novamente, mas sentia que algo estava completamente errado. Não se importando com o que os ponteiros indicavam, enrolou-se mais uma vez no poncho de lã turquesa que pendia da cabeceira e voltou pelo mesmo caminho que há pouco mais de dez minutos havia percorrido em direção ao quarto. Girou a maçaneta, e por mais comum que a saleta pudesse parecer foi como se tivesse adentrado um outro mundo. Deslizou até a mesa onde a máquina se encontrava, com a palma das mãos afastou a cobertura encardida que era a única coisa que a separava de casa, e sentou-se finalmente.
Os dedos ansiosos logo voltaram a tecer a trama. Não era necessário pensar demais, as palavras já estavam todas em ordem, esperando apenas para serem libertas. Sem mesmo perceber as páginas se completavam, o drama se concretizava.